Com gol contra, o Fluminense venceu o Atlético Paranaense depois de três jogos sem somar pontos – Notícias do Fluminense

Este Domingo, +Fluminense venceu o Atlético-PR por 1 a 0, na Arena da Baixada, em partida válida pela 27ª rodada do Brasileiro. Com um gol contra de José Ivaldo na primeira fase, o Tricolor venceu o time da casa e conquistou a vitória após três jogos sem acumular pontos. Com o resultado, o Team of Warriors acumulou 36 pontos e subiu para a oitava posição na tabela, batendo o Furacão.

+ATAQUES DE FURACÃO
O jogo começou com o ataque do Furacão. No terceiro minuto, Richard roubou a bola e rolou na direção de Bissoli, que chutou para o gol, mas Marcos Felipe bateu. No movimento seguinte, o atacante novamente assumiu o risco, mas não teve sucesso. Aos seis minutos, Khellven cedeu de longe e o goleiro tricolor voltou a defender.

+PRESSÃO DE FABRICAÇÃO
Posteriormente, Bissoli o recebeu na área e tentou o envio de uma carta, que não teve força e foi neutralizada por Marcos Felipe. Aos 13 minutos, Richard marcou com Khellven, que tentou finalizar, mas a jogada não foi precisa e ele passou por cima do gol. Aos 18 minutos, Christian fez a sexta tentativa no Atlético-PR.

+PONTUAÇÃO ABERTA
O Fluminense sentiu a pressão e tentou reagir. Aos 28 minutos, Caio Paulista invadiu a área, mas foi derrubado. A bola sobrou para André no golpe e no rebote, e o volante chutou forte de fora da área, porém o Santos fez a defesa. Aos 33 minutos, Samuel Xavier cruzou para a área, José Ivaldo errou e cabeceou na própria baliza, abrindo o marcador com um autogolo.

+AGITAÇÃO EXTREMA
Sem se reconciliar, o furacão pressionou nos minutos finais. Aos 37 minutos, Bissoli deu passe para Pedro Rocha, que finalizou no canto esquerdo. Marcos Felipe foi atencioso e fez uma grande defesa. Assim, John Kennedy aproveitou um contra-ataque, cortou ao meio e arriscou, mas a oferta foi desviada.

+ Confira o ranking da Série A Brasileira

+COMEÇA A SEGUNDA VEZ
A segunda etapa começou com polêmica. No primeiro movimento, John Kennedy deu um passo à frente e foi derrubado. O árbitro marcou o pênalti, mas o assistente chamou o impedimento e, após consulta ao VAR, a decisão do atacante foi imposta.

+QUASE MAIS UM!
Após a confusão dos minutos iniciais, o jogo arrefeceu quase a meio da segunda parte. Somente aos 22 minutos houve uma ameaça, com um chute de fora da área de André. Santos estava atento e defendido.

+FRIO
Após a tentativa de André, as equipes passaram por modificações, mas os novos componentes não criaram perigo. Em um lançamento na área tricolor aos 40 minutos, Marcos Felipe se espreguiçou para evitar o pior. Dois minutos depois, o Atlético finalizou solto e o goleiro agarrou-o.

+ADITIVOS
Nos minutos finais, Pedro Rocha recebeu um cruzamento na área e cedeu, mas a bola aproximou-se da baliza de Marcos Felipe. Com isso, o Tricolor fechou a rodada com três pontos importantes para a recuperação no Campeonato Brasileiro.

+FICHA TÉCNICA
+ATLÉTICO-PR x FLUMINENSE

+Data e hora: 17/10/2021, às 16h
+Local: Arena da Baixada, Curitiba (PR)
+Juiz: Felipe Fernandes de Lima (MG)
+Assistentes: Guilherme Dias (MG) e Ricardo Junior (MG)
+Árbitro de vídeo: Igor June Benevenuto (MG)
+Cartões amarelos: Lucas Fasson (41’1 ° T), Jhon Arias (44’2 ° T), Nico Hernández (09’2 ° T)
+Cartões vermelhos:
+Metas: José Ivaldo (33’1 ° T)
+
+ATLÉTICO-PR (Técnico: Alberto Valentim)
Santos; Nico Hernández (Jáderson / 17’2 ° T), José Ivaldo, Lucas Fasson; Khellven, Christian, Richard (Márcio Azevedo / 0,2 ° T), Pedrinho (Erick / 25,2 ° T); Carlos Eduardo (Jader / 35’2 ° T), Pedro Rocha e Bissoli (Mingotti / 25’2 ° T).

+FLUMINENSE (Técnico: Marcão)
Marcos Felipe; Samuel Xavier, Nino (Manoel / 29’2 ° T), David Braz, Marlon; André, Yago Felipe (Não Nascido / 32’2 ° T), Jhon Arias (Martinelli / 22’2 ° T); Luiz Henrique (Lucca / 29’2 ° T), Caio Paulista e John Kennedy.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja mais notícias relacionadas