Deyverson lembra da jogada do árbitro na final e brinca: ‘O cartão era para você, professor’ – Notícias do Palmeiras

Determinado a vencer o campeonato Libertadores três vezes pelo Palmeiras, Deyverson conversou com exclusividade com o NOSSO PALETRA nesta quinta-feira (2) e contou alguns momentos que marcaram a final da disputa em Montevidéu. O atacante lembrou da jogada que envolveu Nestor Pitana, quando simulou falta do árbitro e brincou que o argentino deveria ter mostrado o cartão amarelo.

– Não vi que era ele, pensei que era o Willian Arão ou o Matheuzinho. Depois que ele me bateu e eu caí no chão, eu disse: “Você não vai dar um cartão a ele, vai?” O homem perguntou para quem seria e eu disse que era para o Aaron ou para o Matheuzinho. Nestor disse que era ele e eu respondi: “O cartão era para você, professor.” Ele me pediu para levantar e ser campeão – brincou o atacante Palmeira.

Após o apito final, o atacante jogou as chuteiras que usou na partida para a torcida que estava na arquibancada do estádio Centenário durante a comemoração do título. Apesar do valor sentimental, o jogador deixou claro que o mais importante naquela final foi a presença da torcida do Palmeira, que não poderá estar presente em nenhum outro jogo da campanha.

– O objeto mais importante dessa final foi a torcida. Eles deixaram suas famílias, suas casas e até seu trabalho para poderem estar lá nos apoiando. Alguns venderam carros e outras coisas para pagar por tudo. Mesmo com todo o procedimento da Covid, eles conseguiram estar lá. Chuteiras são coisas materiais que permanecerão no mundo. Vamos envelhecer e tudo isso vai passar. O que resta é o legado. Aquele momento foi uma forma de mostrar minha gratidão à multidão. Eles estão apaixonados pelo clube – disse ele.

Depois de ser proclamado campeão sul-americano, Deyverson já faz parte do grupo de jogadores do grupo principal que tirou férias mais cedo. Para se preparar para a Copa do Mundo de Clubes, que será realizada em fevereiro de 2022, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, os atletas devem reaparecer no dia 5 de janeiro do próximo ano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja mais