Mirante descreve a chegada do ‘raio’ e revela ‘o que se destaca ao assistir o Milan’ – vídeo

A última contratação do AC Milan, Antonio Mirante, revelou suas emoções quando o goleiro ingressou ontem como agente livre.

Em seu site oficial, os rossoneri divulgaram comunicado em que confirmam a contratação do Mirante por um ano. O veterano de 38 anos deixou a Roma no verão e está livre desde então, e traz muita experiência quando o Milan precisa de cobertura após a cirurgia de Mike Maignan.

Mirante deu uma entrevista à Milan TV logo após sua chegada, com seus comentários veiculados pelo MilanNews.

Em sua chegada a Milão: “Meus sentimentos são positivos, principalmente pela forma como esse chamado e essa negociação chegaram. Isso me dá mais um impulso, também porque tenho o conhecimento e a idade para não me envolver no pânico, já que veio de repente. ”

Na negociação: “Foi um raio. A ligação veio após a lesão de Maignan, a quem desejo boa sorte: estamos ansiosos para vê-lo em breve. Aceitei o Milan porque era algo que não podia ser discutido ”.

Em sua experiência: “Na minha idade é justo que se traga também qualidades humanas para um camarim que, por fora, parece já estar em níveis muito bons. É uma equipa que dá a impressão de ter muito entusiasmo e muita vontade. , ser sempre positivo, e isso é um grande valor para mim. ”

No Pioli: “Nunca trabalhamos juntos, apenas nos enfrentamos. Sempre tive a impressão de um treinador treinado, talvez ele tenha chegado ao Milan no melhor momento e isso permitiu que ele e a equipe tivessem um grande crescimento exponencial. Eu acredito que este casamento pode durar muito tempo. ”

Em Milão: “O que se destaca ao assistir aos jogos do Milan é o de uma equipe que sempre dá a ideia de ir rápido, a percepção de saber o que fazer em campo. Tem uma ideia e uma identidade muito específicas. Neste momento, o Milan pode dificultar a todos. ”

Em seus novos companheiros de equipe: “Ouvi Florenzi por mensagens: nos despedimos e nos encontramos no Milanello. Também conheci o Romagnoli na seleção nacional, tenho uma certa idade e conheci quase todos em campo. inserir-me em tal contexto. ”

Em Dida: “Ele foi um goleiro excepcional, não o conheço como treinador. Na minha idade, já na experiência anterior à Roma, compreendi – esta é a minha filosofia – que se pode sempre melhorar e chego a campo ciente de que todos os dias coloco um tijolo na minha experiência e nas minhas qualidades. Acredito que Dida pode me dar muito e me levar a eliminar meus defeitos ”.

Para encerrar, uma mensagem para os fãs: “Estou feliz por estar aqui, vejo você no sábado em San Siro.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja mais notícias relacionadas