Na despedida de Sobis e Cabral, o Cruzeiro não sai do empate com o Náutico no movimentado Mineirão – Notícias do Cruzeiro

O Cruzeiro contou com o apoio incondicional da torcida, mas mais uma vez não retribuiu e empatou em 0 a 0 com o Náutico, nesta quinta-feira, 25 de novembro, pela 38ª partida da Série B do Brasileirão. Uma finalização melancólica para a equipe, que mal chegava à décima primeira posição, e ainda podia ser batida, com 48 pontos. O Timbu terminou o campeonato com 53 pontos, na oitava colocação.

Numa noite de despedidas de Rafael Sobis, do futebol, e de Ariel Cabral, a 200 jogos pelo clube, cujo contrato não será renovado, o Cruzeiro decepcionou os mais de 61 mil presentes no Mineirão.

A noite foi linda apenas pela força da China Azul, já que em campo a seleção luxemburguesa mostrou porque não teve acesso pelo segundo ano consecutivo.

+linda festa de torcida

O Cruzeiro teve alguns momentos para deixar sua torcida fanática orgulhosa em 2021. Porém, o Cruzeiro nunca deixou o time, e a prova de amor entregue com mais de 61 mil presentes apesar da péssima temporada na Série B deve ser combustível suficiente para a gestão do clube. ter um elenco capaz de devolver Fox ao seu lugar na elite do futebol brasileiro.

+Melhor a despedida de Sobis e Cabral

O time criou algumas chances, esbarrou na defesa do Timbu, mas foi apenas uma repetição do que foi feito ao longo da Série B: muitos empates, 18 no total, e pouca disputa por uma melhor posição no campeonato.

+A fan party foi melhor do que o jogo.

O torcedor azul se exibiu, não vaiou no final da partida e aproveitou a festa no Mineirão. Pena que o time não respondeu, sendo incompetente mesmo com o estádio lotado, torcendo o tempo todo.

+deixe 2022 vir

Maicon já chegou para reforçar o elenco, mas Fox ainda terá muito o que fazer para construir uma equipe forte na próxima temporada. Reformular esse gesso caro e fraco será fundamental para ter possibilidades de acesso em 2022.

+CARTÃO DE EMBARQUE

+0 X 0 CRUZEIRO NÁUTICO
Encontro
: 20 de novembro de 2021
+Calendário: 20h (de Brasília)
+Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
+Juiz: Paulo Renato Moreira da Silva Coelho (RJ)
+assistentes: Thiago Henrique Neto Correa Farinha e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (ambos do RJ)
+VAR: Vinicius Furlan (SP)
+cartões amarelos: Matheus Trindade (NAU), Junior Tavares (NAU), Vinicius Vargas (NAU), Carlão (NAU), Giovanny (NAU)
+Cartões vermelhos:

+CRUISE (Tecnologia: Vanderlei Luxembourg)

Fabius; Rômulo, Léo Santos, Eduardo Brock e Jean Victor (Felipe Augusto, 24′-2ºT); Lucas Ventura, Adriano e Giovanni (Rafael Sobis, 21′-2ºT); Marcelo Moreno (Ariel Cabral, 32′-2 ° T), Claudinho (Dudu, 22′-2 ° T) e Wellington Nem (Vitor Roque, 25′-2 ° T)

+NAUTICAL (Técnico: Hélio dos Anjos)

Anderson; Hereda (intervalo de Vinicius Vargas), Rafael Ribeiro, Carlão e Júnior Tavares; Djavan, Matheus Trindade (Guilherme, 38′-2ºT), Juninho Carpina (Luiz Henrique, 32′-2ºT); Thássio, Álvaro (Paiva, a 15′-2ºT) e Murillo (Giovanny, a 15′-2ºT).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja mais notícias relacionadas