Na noite de Patrick, Internacional vence América-MG e entra no G4 do Brasileirão – Notícias do Internacional

Na noite desta quarta-feira, no Beira Rio, o Internacional foi competente e superior ao América-MG e saiu de campo com uma vitória contundente por 3 a 1, pelo Brasileirão. Patrick, por duas vezes, e Yuri Alberto marcaram pelo Colorado, enquanto Ademir marcou pelo Coelho. Com o resultado, o Inter chegou a 39 pontos, na 7ª posição, apenas um ponto a menos que os rivais diretos do G6, Corinthians e Palmeiras, e dois atrás do Red Bull Bragantino, quarto lugar.

>>> Confira tabela de classificação do Brasileirão 2021

A equipe de Diego Aguirre marcou oito gols em dois jogos dentro de casa, na volta de seus torcedores. O Colorado quebrou a série de invencibilidade da América, que era de oito jogos sem derrota. Coelho segue na 10ª posição, com 31 pontos, mas pode perder posições no final da rodada, já que São Paulo, Ceará e Cuiabá ainda jogam nesta quinta-feira.

+Coelho destemido do Colorado

Quando Patrick marcou um grande gol aos 13 minutos do primeiro tempo, a sensação era que a América poderia ficar mais tensa e permitir que o Inter ganhasse mais espaços. Mas, a equipe mineira manteve a calma e dois minutos depois empatou com Ademir, acalmando o jogo de uma vez por todas. E o time de Vagner Mancini teve mais chances de crescer do que os gaúchos.

+ Internacional pressionou a América em seu campo

Diego Aguirre reposicionou o Colorado na primeira parte do segundo tempo, colocando seu time dentro do campo americano, mantendo Coelho na defesa, criando algumas chances. Não foi uma pressão intensa, mas foi uma estratégia para “empurrar” a América para o seu campo. O Colorado bloqueou os avanços do veloz Ademir e Fabrício Daniel…

+… E funcionou. Pantera Negra do Beira Rio Objetivo: Patrick de novo

A postura do Inter de ficar no campo da América foi correta. A bola não passou muito do meio-campo e Coelho permitiu que o Colorado ganhasse território, sem reação americana. Resultado: o segundo gol de Patrick, artilheiro da noite.

+ataque america apenas

No segundo tempo, o time gaúcho entendeu todas as formas que Coelho usava para atacar. E trancou todos eles. Assim, as individualidades dos mineiros desapareceram, com Ademir e o resto dos atacantes sem espaço e inspiração.

+Derrota após oito jogos sem perder

Quatro vitórias e quatro empates para Coelho, deixando a zona de rebaixamento para a 10ª posição. Foi um resultado normal e não cabe ao time mineiro se desesperar, pois terá um duelo contra um rival direto na luta contra o rebaixamento, o Bahia, em casa, e pode recuperar os pontos perdidos em Porto Alegre.

+Yuri Alberto fecha a conta e se isola na artilharia brasileira

O atacante ia ser substituído, mas não deixou de marcar, fechando o placar no Beira Rio. Yuri Alberto marcou 11 gols e é o maior goleador do campeonato.

+Internacional é um ponto do G6 e dois do G4

A vitória sobre o América-MG deixou o Inter com 39 pontos, um a menos que Palmeiras e Corinthians, os dois próximos rivais do Rio Grande do Sul e rivais diretos na briga pela vaga direta na Libertadores de 2022. O Colorado está muito vivo na competição. Longe do título, mas forte na briga pelo G4.

+próximos jogos

O Colorado enfrenta o Palmeiras, no domingo, dia 17, às 16h, no Allianz Parque. Coelho recebe o Bahia no sábado, 16, às 21h, no Independência.

+FICHA DE DADOS DE PARTIDA

INTERNACIONAL 3 X 1 AMÉRICA-MG
Data: 13 de outubro de 2021
Horário: 21h30 (Brasília)
Local: Beira Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Jean Marcio dos Santos e Lorival Candido das Flores (ambos do RN)
VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN)
Gols: Patrick, aos 13 ‘do 1ºT (1-0), Ademir aos 15′-1ºT (1-1), Patrick, a 17′-2ºT (2-1), Yuri Alberto, a 44’-2ºT (3 -1)
Cartões amarelos: Felipe Azevedo (AME), Ribamar (AME), Rodolfo (AME)
Cartões vermelhos:
Público e receita: 9711 presente / não divulgado

+INTERNACIONAL (Técnico: Diego Aguirre)

Daniel; Renzo Saravia, Gabriel Mercado, Víctor Cuesta e Moisés (Matheus Cadorini, a 46′-2ºT); Rodrigo Dourado, Rodrigo Lindoso (Johnny-break), Mauricio (Caio Vidal, a 19′-2ºT), Taison (Zé Gabriel, a 47′-2ºT) e Patrick (Paulo Victor, a 27′-2ºT); Yuri Alberto.

+AMÉRICA-MG (Técnico: Vagner Mancini)

Matheus Cavichioli; Patric (Diego Ferreira, a 31′-2ºT), Eduardo Bauermann, Ricardo Silva e Marlon; Lucas Kal (Marcelo Toscano, 39′-2ºT), Juninho e Juninho Valoura (Bruno Nazário, 31′-2ºT); Ademir, Felipe Azevedo (Rodolfo, a 19′-2º T) e Fabrício Daniel (Ribamar, a 19′-2º T).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja mais notícias relacionadas