Por uma vaga na Libertadores, o Fluminense tem recorde de público em 2021 e uma ‘festa’ nas arquibancadas – Notícias do Fluminense

Nesta quinta, às 21h30, contra a Chapecoense, o +Fluminense viverá os últimos 90 minutos do Campeonato Brasileiro de 2021. Ainda lutando por uma posição direta na Libertadores, o Tricolor precisa somar uma vitória no Maracanã e +animar uma viagem Red Bull Bragantino contra o Internacional em casa. Confiantes na retrospectiva em casa, os torcedores vão quebrar o recorde de público dos últimos três anos e vão preparar a festa de apoio ao grupo.

No +cinco rodadas anteriores em que o Fluminense jogou no Maracanã, o time venceu Flamengo, Sport, Palmeiras, América-MG e Internacional. Após o último jogo em casa, as chances de classificação direta chegavam a 40,3%, levando o tricolor a figurar no confronto final da temporada. No entanto, as derrotas para o Atlético-MG e Bahia reduziram as expectativas. +a 37,1% de probabilidade. Os dados vêm do site ‘Chance de Gol’.

Mesmo depois do revés, as tricolores não se intimidaram. Já foram vendidos mais de 35 mil ingressos para o duelo, com +três setores exaustos. Além de ser o maior público de gripe da temporada, o número também bate recorde desde 4 de dezembro de 2019, quando 39.965 pessoas empataram por 0 a 0 com o Fortaleza. Nas três temporadas anteriores, o público só ultrapassou esse número nos clássicos. Neste ano, a partida mais ativa foi a vitória do Tricolor sobre o Internacional, que contou com 18.617 torcedores.

+ Confira o ranking da Série A Brasileira

Antes eram 14.168 contra o América-MG, 7.969 contra o Palmeiras, 3.870 contra o Sport, 10.029 contra o Flamengo, 2.200 contra o Atlético-GO e 3.231 na primeira partida com o público, contra o Fortaleza. Na última temporada, o recorde foi de 16.528 pessoas no empate de 1 a 1 com o Unión La Calera, pela Sudamericana. Em 2019, a mesma competição mobilizou 53.237 torcedores na partida contra o Corinthians.

Além da força na voz, os fãs também preparam outras ações para tornar a noite mais especial. Como foi um duelo decisivo, os torcedores se organizaram para recolher pólvora e fitas para um mosaico digital, feito com lanternas de celulares. A ideia principal é apoiar a equipa, mas também mobilizar aqueles que ainda não têm entrada garantida para o duelo.

– [O material] Incentive a torcida a se movimentar e garantir sua presença no momento em que precisamos de apoio para garantir uma vaga na Libertadores. O torcedor, movido pelo arroz em pó, que é um dos principais símbolos do clube, sem dúvida tende a se tornar ainda mais o jogador número 12 – afirmou o porta-voz de uma torcida organizada do Fluminense.

Na química entre clube e tribuna, o reconhecimento da importância da torcida também vem das quatro linhas. Em quase todas as coletivas após os jogos do Maracanã, Marcão faz questão de destacar o papel do público na atuação do elenco, como destacou após a vitória sobre o Colorado, pela 35ª rodada do Brasileiro.

– Como disse no último jogo: quando a nossa torcida joga junto, esquece, a gente é muito forte. E eles entenderam o quão bom era este jogo. Apesar de termos sido atacados, os fãs nos pressionaram a cada minuto. O nosso agradecimento aos fãs foi que todos os jogadores foram lá depois do jogo, pular e cantar com eles. Um sinal de agradecimento por ser o 12º jogador nesta partida e pedimos que continuem a nos apoiar na competição.

Desta forma, o Tricolor terá o+ diversão em casa e apoio dos fãs para dar o último passo em direção ao seu objetivo principal da temporada. Embora dependa dos resultados, a presença do público no Maracanã demonstra a importância da conquista possível para as arquibancadas, que sonham em retornar ao caminho dos títulos.

*Estagiária sob supervisão de Luiza Sá

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja mais notícias relacionadas