Streich não ia sair da igreja

O treinador Christian Streich, do clube da Bundesliga, SC Freiburg, não abandonou a igreja – mesmo que “não fosse incrivelmente devoto”. O treinador do jornal semanal Die Zeit disse: “Isso machucaria minha mãe.”

O fato de Streich, que estudou alemão e história, não ter se tornado professor se deve ao seu amor pelo futebol. “Senti que o campo de futebol é melhor para mim do que a sala de aula”, disse o jogador de 56 anos.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *