Unai Emery aceita que a dupla mudança do Manchester United no segundo tempo lhes valeu o jogo

O Villarreal recebeu o Manchester United no Estadio de la Cerámica esta noite pela Champions League, com os visitantes vencendo por 2-0. O resultado significa que o United já garantiu a qualificação para as oitavas de final da competição, enquanto o Villarreal terá de tentar ultrapassar os limites na última jornada.

O United entrou em jogo depois de demitir Ole Gunnar Solskjaer na manhã de domingo, após uma desastrosa derrota por 4-1 nas mãos do Watford em Vicarage Road, na tarde anterior. Michael Carrick assumiu o comando temporário. O Villarreal empatou em 1 a 1 com o Celta de Vigo no Estadio de Balaídos no fim de semana.

O Villarreal começou o jogo melhor das duas equipas, dominando a posse de bola na primeira hora da eliminatória e tirando partido das melhores oportunidades. Carrick trouxe Bruno Fernandes e Marcus Rashford logo após os 60 minutos, no entanto, e a maré logo mudou.

Cristiano Ronaldo colocou o United em vantagem aos 78 minutos. O Villarreal esteve fraco a jogar na defesa e Fred conseguiu ganhar a bola antes de a entregar aos portugueses, que finalizou com tranquilidade. Jadon Sancho acrescentou um segundo – o primeiro pelo seu novo clube – aos 90 minutos para selar uma bela vitória, acertando a bola no canto superior direito da rede para colocar o resultado fora de qualquer dúvida.

“Vou ficar com o lado positivo, de muito bons 60 minutos jogados contra o Manchester, o favorito deste grupo”, disse Unai Emery no pós-jogo em comentários do Marca. “Nós impedimos que eles corressem para nós e não lhes permitimos nenhuma chance. As mudanças os ajudaram e depois disso não éramos mais os mesmos. Eles elevaram as coisas um nível e perdemos o controle. [David] de Gea foi mais uma vez um goleiro decisivo.

“Erramos no primeiro golo, mas é um erro que vem da nossa força, que é manter a bola. Claro, temos que minimizar os erros, mas o objetivo poderia ter vindo antes disso porque [Gerónimo] Rulli já havia feito uma boa defesa de Sancho. Afirmo que durante 60 ou 70 minutos fomos melhores que o favorito, mas no final foram a melhor equipa e não conseguimos criar o suficiente para vencer a eliminatória. Aceito uma derrota como essa. Agora vamos jogar contra o Atalanta para tentar a classificação. ”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja mais notícias relacionadas